African Journal of
Agricultural Research

  • Abbreviation: Afr. J. Agric. Res.
  • Language: English
  • ISSN: 1991-637X
  • DOI: 10.5897/AJAR
  • Start Year: 2006
  • Published Articles: 6340

Full Length Research Paper

Effect of arbuscular mycorrhizal fungi on survival and growth of micropropagated Comanthera mucugensis spp. mucugensis (Eriocaulaceae)

Lidiane Silva Pereira
  • Lidiane Silva Pereira
  • Department of Biological Sciences, State University of Santa Cruz, 45662-900, Ilhéus, Bahia, Brazil
  • Google Scholar
Irailde da Silva Santos
  • Irailde da Silva Santos
  • Department of Biological Sciences, State University of Feira de Santana, UEFS, Feira de Santana, 44036-900 Ilhéus, Bahia, Brazil
  • Google Scholar
Fátima Cerqueira Alvim
  • Fátima Cerqueira Alvim
  • Department of Agricultural and Environmental Sciences, State University of Santa Cruz, 45662-900, Ilhéus, Bahia, Brazil
  • Google Scholar
José Olimpio de Souza Júnior
  • José Olimpio de Souza Júnior
  • Department of Agricultural and Environmental Sciences, State University of Santa Cruz, 45662-900, Ilhéus, Bahia, Brazil
  • Google Scholar
Eduardo Gross
  • Eduardo Gross
  • Department of Agricultural and Environmental Sciences, State University of Santa Cruz, 45662-900, Ilhéus, Bahia, Brazil
  • Google Scholar


  •  Received: 09 November 2016
  •  Accepted: 19 January 2017
  •  Published: 18 May 2017

Abstract in Portuguese

O uso da técnica de micropropagação tem sido uma alternativa à conservação de espécies ameaçadas de extinção Comanthera mucugensis subsp. mucugensis (popularmente sempre viva de Mucugê), porém não há informações sobre o efeito de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) no processo de aclimatação de plantas micropropagadas. Este estudo avaliou a sobrevivência, o crescimento e os aspectos nutricionais das espécies C. mucugensis subsp. mucugensis inoculado com FMAs nativas em condições de casa de vegetação. O projeto do experimento consistiu inicialmente em 80 unidades amostrais divididas em quatro tratamentos: plantas inoculadas com FMA nativo, com microbiota filtrado do solo, com FMA mais o filtrado e plantas não inoculadas, do controle. Aos três e onze meses, as plantas foram coletadas para avaliação de crescimento, nutrição e colonização micorrízica. Após onze meses de experimento, as taxas de sobrevivência de FMA e FMA mais o filtrado foram de 62,5% e 87,5%, respectivamente, e apenas um filtrado de microbiota e um do controle sobreviveram. A inoculação com AMF também proporcionou aumento na matéria seca de rosetas e permitiu a obtenção de plantas com florescimento de dez meses de crescimento. As taxas de colonização micorrízica foram elevadas em três (aproximadamente 64,9%) e onze meses (aproximadamente 94,5%) para FMA e FMA mais o filtrado. O número de esporos no solo da rizosfera de plantas micorrízicas também foi alto (1599 por 100 dm3 de solo) e sete espécies diferentes de FMA foram identificadas no final do experimento. O conjunto de dados evidenciou o caráter micotrófico de C. mucugensis subsp. mucugensis e a importância da inoculação de FMA para aclimatação e sobrevivência de plantas microprogagadas, o que é essencial para a conservação desta planta ameaçada de extinção.