African Journal of
Biotechnology

  • Abbreviation: Afr. J. Biotechnol.
  • Language: English
  • ISSN: 1684-5315
  • DOI: 10.5897/AJB
  • Start Year: 2002
  • Published Articles: 12213

Full Length Research Paper

Sensory, physicochemical and microbiological characteristics of Greek style yogurt flavored with pequi (Caryocar Brasiliense, Cambess)

Silva, B. S.
  • Silva, B. S.
  • Unit of Animal Science, Federal Institute Goiano - Campus Rio Verde, Rodovia Sul Goiana, Km 01, Caixa Postal 66, CEP 75901-970, Rio Verde, Goiás, Brazil.
  • Google Scholar
Resende, S. R.
  • Resende, S. R.
  • Unit of Animal Science, Federal Institute Goiano - Campus Rio Verde, Rodovia Sul Goiana, Km 01, Caixa Postal 66, CEP 75901-970, Rio Verde, Goiás, Brazil.
  • Google Scholar
Souza, A. K
  • Souza, A. K
  • Unit of Animal Science, Federal Institute Goiano - Campus Rio Verde, Rodovia Sul Goiana, Km 01, Caixa Postal 66, CEP 75901-970, Rio Verde, Goiás, Brazil.
  • Google Scholar
Silva, M. A. P.*
  • Silva, M. A. P.*
  • Unit of Animal Science, Federal Institute Goiano - Campus Rio Verde, Rodovia Sul Goiana, Km 01, Caixa Postal 66, CEP 75901-970, Rio Verde, Goiás, Brazil.
  • Google Scholar
Placido, G. R.
  • Placido, G. R.
  • School of Veterinary and Animal Science, Federal University of Goias, Food Research Center, Campus II da UFG, Rodovia GO-080 (saída para Nova Veneza), CEP 74001-970, Goiânia, Goias, Brazil
  • Google Scholar
Caliari, M.
  • Caliari, M.
  • School of Veterinary and Animal Science, Federal University of Goiás, Food Research Center, Campus II da UFG, Rodovia GO-080 (saída para Nova Veneza), CEP 74001-970, Goiânia, Goiás, Brazil.
  • Google Scholar


  •  Received: 17 July 2014
  •  Accepted: 02 September 2014
  •  Published: 10 September 2014

References

Almeida SP, Costa TSA, Silva JA (2008). Frutas nativas do cerrado: caracterização físico-química e fonte potencial de nutrientes. Embrapa Cerrados, Embrapa Informação Tecnológica (1):351-381.

 

Aportela-palacios A, Aosa-Morales ME, Vélez-Ruiz JF (2005). Rheological and physicochemical behavior of fortified yogurt, with fiber and calcium. J. Texture Stud. 36(3):333-349.
Crossref

 
 

Association of Official Agricultural Chemists (AOAC) (2000).Official methods of the Association of the Agricultural Chemists. (2): 1175.

 
 

Beal C, Skokanova J, Latrille, Martin N, Corrieu G (1999). Combined effects of culture conditions and storage time on acidification and viscosity of tirred yogurt. J. Dairy Sci. 82(4):673-681.
Crossref

 
 

Brasil (2001). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Aprova o Regulamento Técnico Sobre os Padrões Microbiológicos para Alimentos. Resolução - RDC nº 12, de 2 de janeiro de 2001.

 
 

Brasil (2007). Ministério da agricultura, pecuária e abastecimento. Regulamento Técnico de Identidade e Qualidade de Leites Fermentados.Instrução Normativa nº 46, de 23 de outubro de 2007.

 
 

Brasil (2000). Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Oficializa os padrões de identidade e qualidade (PIQ) de leites fermentados. Resolução - RDC nº 5, de 13 de novembro de 2000.

 
 

Carniato KV, Santos JL, Scheik LK, Oliveira VK, Gularte MA (2013). Desenvolvimento de iogurte de morango acompanhado de Quinoa e amaranto e sua aceitação pelos consumidores.XXII congresso de iniciação científica da universidade federal de pelotas.

 
 

Fai AEC,Oliveira AM, Soares DS (2009). Avaliação da qualidade de queijos de coalho comercializados no entorno da Cidade Universitária. Higiene Alimentar. 23:160-165.

 
 

Ferreira DF (2003). Sisvar: versão 4.3 (Build 43). Lavras: Departamento de CiênciasExatas, Universidade Federal de Lavras.

 
 

Lazaro Filho GC, Mendes JA, Neto JAR, Souza LBS, Santana WJ (2007). Importância nutricional dos Lactobacillus. Higiene Alimentar. 154(18):39-43.

 
 

Leal NS, Zambrano F, Seraphim LC, Dibbern LS, Almeida LCF, Fernandes S (2013). Aceitabilidade de iogurte de leite de ovelha com adição de alecrim (rosmarinusofficinalis l.). Veterinária e Zootecnia. 20(1):131-139.

 
 

Machado MS, Conceição ALS, Santos DB, Belo GO, Cardoso RL (2012). Elaboração, processamento e análise sensorial de iogurte de leite de cabra com pinha (annonasquamosal.). Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer. 8(15): 842 2012.

 
 

Miguel PR, Marmitt T, Schlabitz C, Hauschild FAD, Souza CFV (2010). Desenvolvimento e caracterização de"iogurte" de soja sabor morango produzidocom extrato de soja desengorduradoenriquecido com cálcio. Alimentos e Nutrição. 21(1):57-63.

 
 

Oliveira KAM, Ribeiro LS, Oliveira GV, Pereira JMATK, Mendonça RCS, Assumpção CF (2008).Desenvolvimento de formulação de iogurte de araticum e estudo da aceitação sensorial. Alimentos e Nutrição. 19(3):277-281.

 
 

Oliveira MO,DaminMR (2002). Efeitos do teor de sólidos e da concentração de sacarose na acidificação e na viabilidade de bactérias do iogurte e das probióticas em leite fermentado. In: Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos 17:3015-3018.

 
 

Özer BH, Robinson RK (1999). The Behaviour of Starter Cultures in Concentrated Yoghurt (Labneh) Produced by Different Techniques. Lebensm.-Wiss. u.-Technol. 32(7):391-395.

 
 

Paucar-Menacho LM, Silva LHD, Barretto PADA, Mazal G, Fakhouri FM, Steel CJ, Collares-Queiroz FP (2008). Desenvolvimento de massa alimentícia fresca funcional com a adição de isolado protéico de soja e polidextrose utilizando páprica como corante. Ciência e Tecnologia de Alimentos 28(4):767-778.
Crossref

 
 

Pereira GG, Rafael LM, Gajo AA, Ramos TM, Pinto SM, Abreu LR, Resende JV (2012). Influência do pH nas características físico-químicas e sensoriais de frozenyogurtde morango. Semina: Ciências Agrárias 33(2):675-686.
Crossref

 
 

Pimentel TC, GarciaS, Prudencio SH (2012). Iogurte probiótico com frutanos tipo inulina de diferentes graus de polimerização: características físico-químicas e microbiológicas e estabilidade ao armazenamento. Semina: Ciências Agrárias 33(3):1059-1070.
Crossref

 
 

Preci D, Cichoski AJ, Valduga AT, Oliveira D, Valduga E, Treichel H, Toniazzo G. Cansian RL (2011). Desenvolvimento de iogurte light com extrato de erva-mate (ilexparaguariensisst.Hil) e adição de probióticos. Alimentos e Nutrição 22(1):2011.

 
 

Ramos TM, Gajo AA, Pinto SM, Abreu LR, Pinheiro AC (2009). Perfil de textura de labneh. Revista do Instituto de Laticínio "Cândido Tostes" 64(369):8-12.

 
 

Rocha C, Cobucci RMA, Maitan, VR, Silva OC (2008). Elaboração e avaliação de iogurte sabor frutos do cerrado. Boletim Ceppa 26(2):255-266.

 
 

Silva N, Junqueira VCA, Silveira NFA (2001). Manual de Métodos de Análise Microbiológica de Alimentos.

 
 

Soares DS, Fai AEC, Oliveira AM, Pires EMF, Stamford TLM (2011). Aproveitamento de soro de queijo para produção de iogurte probiótico. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia 63(4).
Crossref

 
 

Sousa FC, Silva LMM, Sousa EP, Lima AKVO, Figueiredo RM (2012). Parâmetros físicos e físico-químicos da polpa de pequi. Revista Verde. 6(1):12-15.